Um dos temas definidores dos cenários do transporte marítimo nos próximos 25 a 50 anos…

Rocha, Alexandre: anotações

A pirataria na Somália teve um custo em nível mundial de cerca de US$ 7 bilhões em 2011, dos quais US$ 2 bilhões em operações militares, equipamentos e seguranças para proteger as embarcações, revelou nesta quarta-feira um grupo de monitoramento com base nos Estados Unidos. O Oceans Beyond Piracy indicou que 80% destes custos foram pagos pela indústria marítima, enquanto o resto foi coberto pelos governos.

Sobre este montante total, cerca de US$ 2,7 bilhões foram gastos em 2011 em combustível, para permitir que os navios navegassem em maior velocidade nas zonas de alto risco, informou o grupo, que também advertiu para gastos de 1,3 bilhão de dólares em operações militares e de 1,1 bilhão para pagar guardas armados e equipamentos de segurança.

O Oceans Beyond Piracy também destacou que US$ 635 milhões foram desembolsados pelas seguradoras, entre US$ 486 milhões e US$ 680 milhões para redirigir os navios ao…

Ver o post original 92 mais palavras