Começou a Vendée Globe, regata de volta ao mundo sem escalas e sem assistência!

Coluna do Murillo - Notícias de Vela

Neste sábado os 20 corajosos skippers solitários partiram de Les Sables D’Olonne, na França, na disputa da Vendée Globe, uma das regatas mais difíceis do mundo. Serão mais de 24 mil milhas navegadas em aproximadamente três meses de competição sem parada e sem assistência. Depois de 48 horas no mar, o líder é o francês François Gabart, do Macif, seguido pelos também franceses Vincent Riou, do PRB, a 11 milhas de distância, e de Armel Le Cléac’h, do Banque Populaire.

Enquanto isso, Marc Guillemot, do Safran, está fora da competição por conta da quilha, que quebrou com apenas 50 milhas de regata. “Se não foi uma colisão, pode ser fadiga do metal, algo com o design ou com os cálculos, é difícil de saber. A quilha fez algo como 23 mil ou 25 mil milhas e eu saí com muita confiança. Nenhum competidor teria coragem de partir sem muita confiança…

Ver o post original 68 mais palavras